Make your own free website on Tripod.com

  

 

 

O processo autogéneo

 

Uma das características essenciais da Terapia Autogénea é de que os exercícios são praticados num estado de concentração passiva, o que significa cultivar uma atitude descontraída, tornando-se o observador passivo que nota tudo o que está a acontecer mas sem se preocupar ou esforçar e indiferente com o resultado final.

Neste estado, ou seja, quando se adopta o papel do observador passivo, é possível que surgam memórias e sentimentos que pertencem a acontecimentos de vida inquietantes ou traumáticos assim como dores relacionadas com ferimentos ou lesões do passado. Os exercícios complementares permitem a libertação ou descarga deste material de uma forma inofensiva.

Este acesso a material inconsciente pode explicar a contribuição da Terapia Autogénea para o aumento da criatividade e o facto de os clientes relatarem que têm acesso a uma maior imaginação e maior capacidade para se lembrarem dos seus sonhos.

À medida que os clientes praticam a TA ao longo de semanas e meses, fazendo-a parte do seu estilo de vida, eles relatam uma série de alterações positivas em relação à sua saúde, estabilidade emocional, menor ansiedade e maior capacidade para lidar com o stress.

Alguns dos benefícios da relaxação profunda são:

  • Melhor saúde e equilíbrio emocional
  • Maior capacidade para lidar com o stress
  • Melhoria da qualidade do sono
  • Redução dos níveis de ansiedade
  • Aumento de energia e produtividade
  • Maior criatividade

     

 

Copyright©2003 Renata Schildberger